Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


Barra lateral

Material para Oficinas

Oficinas passadas

Meta

Parceiros

Tiwa - Internet para a sociedade civil

Saravá

Apoio

Ford Foundation

Global Partners Digital

Realização

Instituto Tecnologia & Sociedade Rio

metadados_sao_vigilancia

Metadados São Vigilância

Tradução do texto Metadata Equals Surveillance, do Bruce Schneier, publicado em setembro de 2013.

Essa tradução pode ser copiada por inteiro, sem modificações, desde que haja uma referência pra essa página.


Em junho, quando o conteúdo dos documentos da NSA vazados por Edward Snowden estava apenas começando a ser revelado e nós descobrimos que a NSA coleta metadados do telefone de todos os americanos, muita gente – incluindo o Presidente Obama – subestimou a seriedade das ações da NSA ao dizer que são só metadados.

Muitas pessoas efetivamente demoliram essa trivialização, mas os argumentos costumam ser sutis e difíceis de demonstrar de forma rápida e simples. Eu tenho um raciocínio mais compacto: metadados são vigilância.

Imagine que você contratou um detetive pra espionar uma pessoa. Ele pode instalar um microfone no escritório dela. Pode grampear o telefone. Pode abrir a correspondência. O resultado disso seriam os detalhes das comunicações dessa pessoa. Esses são os “dados”.

Agora imagine que você contratou o mesmo detetive pra vigiar essa pessoa. O resultado poderia ser os detalhes do que ela vez: onde foi, com quem falou, o que ela viu, o que comprou – como ela passou seu dia. Isso tudo são metadados.

Quando o governo coleta metadados de pessoas, está pondo elas sob vigilância. Quando o governo coleta metadados de um país inteiro, está pondo todo mundo sob vigilância. Quando a Google coleta esses dados, está fazendo a mesma coisa. Metadados são vigilância; é simples assim.

metadados_sao_vigilancia.txt · Última modificação: 2013/12/09 19:15 (edição externa)